ME SURPREENDA!


Durante o mês de janeiro, tirando meus dias de férias, fui para beira-mar, minha grande paixão. Apesar de estar muito atenta ao que estava lendo, pois é livro com tema de estudo para ser aplicado na minha prática de trabalho, dentro da psicoterapia, e sabendo também da beleza e delícia do cenário no qual me encontrava, não pude deixar de ouvir o que falavam num grupo bem próximo de mim: até porque não se tentou fazer nenhum segredo ou reserva.

Uma das jovens falando para os amigos o que havia acontecido com ela, durante um pedido de namoro. “Ele veio me pedir em namoro com um buquê de flores! Então eu disse para ele que não queria ser pedida para namorar com um buquê de flores, queria ser surpreendida. Então disse para ele: me supreenda!! Quero que você me surpreenda”, ela repetiu. “Assim não é o jeito que eu quero!”

Não tinha como eu ficar indiferente a isso ou não ouvir! Eu fiquei na hora só imaginando a expressão de frustração e decepção desse homem... Quais os vários sentimentos e pensamentos, e “apertos no peito” que não invadiram sua mente e seu coração. E nem sei, pois não deu para perceber, se ela poderia aceitar ou não esse pedido de namoro, se estaria interessada nele ou não. Só consegui perceber que ela havia colocado nas mãos daquele jovem a responsabilidade fazê-la sentir-se participando de um filme, ou que ele realizasse algo que ela havia imaginado e talvez nem soubesse o que era exatamente:“ me surpreenda!!”

Deixei a leitura de lado, por uns instantes, pois minha cabeça não parava, numa mistura de espanto e tristeza também, de tanto que aquela fala me “surpreendeu”. Será que essa maneira de se colocar diante do relacionamento amoroso era um caso isolado ou começava a fazer parte de uma atitude, que representaria o que as mulheres esperam de seu parceiro na vida a dois?

E assim comecei a refletir na contribuição que as redes sociais teriam, para esse tipo de expectativa, ao fabricar um mundo irreal dentro das telas, de homens e mulheres lindos e realizados, onde tudo é perfeito, todos “surpreendem”, todos são exatamente do jeito que gostariam de ser, nada falta, e todos são atendidos nos seus desejos, mesmo que mirabolantes!

Um mulher ter um pedido de namoro feito por um homem com um buquê de flores nas mãos é quase uma excessão, excessão maravilhosa, eu acredito, até pelo que leio e escuto nas conversas com amigas, jovens e no consultório. Então o que será que esse mundo virtual está criando de negativo para dificultar que as pessoas se encontrem, se aproximem, fiquem satisfeitas e felizes, aceitem as pessoas com seus encantamentos e dificuldades, criem laços, e ainda alimenta o que esperar de quem pode ser seu parceiro de vida amorosa, algo que fica na imaginação criativa, principalmente das mulheres, no campo do amor e das paixões, hoje fortemente alimentada pela ilusão do que é postado nas redes sociais, fazendo desse universo de faz de conta uma referência pela qual não podemos nos deixar persuadir: ele não é real. Precisamos sonhar sim, mas não nos enganar ou tapear, pois o que tem de mais surpreendente, na vida das relações, que nos toca e emociona, é a nossa capacidade de amar e nos apaixonar! No mundo real! Face a face! Corpo a corpo!!

Pois eu defendo e acredito em homens com buquês de flores nas mãos: que venham, e surpreendam!! De verdade, com o coração a mostra, para as mulheres também de coração aberto, que querem viver o amor, de forma autêntica e verdadeira!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo