ALPINISMO AMOROSO

 

Porque, na vida diária, o casal se desentende, se zanga, fica ressentido um com o outro, entra em conflito com tanta frequência?

Vamos falar das coisas que nos levam a entrar em conflito ou nos impedem de resolver dificuldades, que naturalmente vão aparecendo ao longo da vida.

Desde pequenos aprendemos, por exemplo, que a vida é sofrida, difícil e conforme vamos crescendo, vamos perdendo o direito a desfrutar da nossa vida, e só vamos acumulando responsabilidades.

Quando pequenos ou adolescentes, infelizmente, nossos pais ou professores, não dizem para nós que a vida é linda, é para ser desfrutada e aproveitada, merecemos esse prazer de olhar o lado belo da vida!!

Aprendemos a ver o lado ruim da vida, o copo vazio, a acreditar que só existe uma verdade e que só uma pessoa pode ter razão. Assim, aprendemos a acreditar que só um pode ganhar, somente um estará certo, e passamos a praticar uma disputa ou um alpinismo emocional desenfreado.

Essa aprendizagem está muito ligada com a crença de que só existe um primeiro lugar, um campeão no mundo, só um primeiro lugar no quadro de honra. E lutamos e brigamos para estar nesse primeiro lugar, acreditando que só ali

seremos reconhecidos, validados e amados, de uma maneira que não existe.

Em resumo, todos estão competindo em vez de colaborar, lutando para ganhar do outro, estar no topo e não perder e nem errar. Como se errar não fizesse parte das características do ser humano. E esse comportamento se revela, de forma expressiva, na relação amorosa. Os casais competem entre si: só um quer estar certo, ter razão ou que seu modo de pensar prevaleça.

Nós, seres humanos, aprendemos por tentativa e erro. Essa é a nossa forma natural de aprender. Se escondermos os nossos erros, perdemos a oportunidade de perceber aquilo que precisamos melhorar.

E assim, os relacionamentos amorosos, nesse modo de funcionar, aprendido por cada um ao longo da vida, de que bom mesmo é sempre ter o controle ou estar certo, vão se deteriorando e os “parceiros” cada vez mais se afastando um do outro.

Querer estar sempre em primeiro lugar, ganhar sempre, são lugares de solidão, de estar sozinho, caminho direto para o desastre dos relacionamentos. Parceria amorosa precisa de colaboração, de ser solidário, de cumplicidade afetiva : isso, sim, é para os apaixonados e para quem quer amar!!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo